Jefferson L. Orlando: Importante pergunta!

Entre tantas coisas que poderíamos dizer em relação a tudo que o nosso país está passando e consecutivamente nossa população brasileira está enfrentando, eu espero a médio prazo que possamos nos tornar desta vez uma nação melhor!

Que as verdadeiras reformas/mudanças sejam feitas, como a reforma política, tributária/fiscal, previdência privada, as atualizações/ajustes na constituição brasileira e tantas outras. Só assim vamos nos tornar um Brasil mais igualitário e próspero. Primeiramente precisamos reformar nossa “casa”, limpar toda a sujeira impregnada, ajustar suas fundações e modernizar toda a estrutura interna e externa.

Para essa verdadeira mudança sabemos que ainda existe um caminho muito longo a ser feito, mas é necessário ter coragem (agir com o coração), foco e posicionar-se em relação ao que está ai (fatos e realidade).

Ninguém pode edificar-se na inércia, muito menos um país, por isso é necessário colocar as mãos na massa, nem que se tenha que começar tudo de novo. Deste jeito é impossível continuar.

Sabemos também que é muito importante a liberdade da opinião e isto precisa ser sempre mantido, pois todos sabemos que a vida é feita de escolhas e estas escolhas tem suas consequências. Todos recolhem os efeitos de suas atitudes, se não for agora, será no tempo/espaço oportuno. Não há ação sem reação, a Lei da Causa e Efeito/Karma nunca falha, pois ela é Universal/Divina.

Acredito que os cidadãos brasileiros de alguma forma despertam um pouco mais e agora começa um novo ciclo neste país.

E sobre o dia de ontem (18/03/16), vem a importante pergunta…

Quais são as cores predominantes da bandeira do nosso País, Verde e Amarelo ou Vermelho?

Reflita sobre esta pergunta!

Vou ficando por aqui

Jefferson L. Orlando
São Paulo, 19 de Março de 2016

* Para ler mais textos como este, faça o download gratuito dos Livros: Toques de Espiritualidade – Uma seleção de Textos e Poemas – Vol. 1 e 2, na seção do Site -> Multimídia -> Livros (Download Gratuito E-books – Livros Sol do Everest)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *